Comissão de Conservação

Fundamentos

O conhecimento atualizado do estado de conservação da mastofauna argentina é prioritário, devido à degradação do ambiente, o contínuo retrocesso do meio natural, a extinção de espécies e a fragmentação da paisagem.

A SAREM, como a sociedade que reúne os especialistas em mamíferos, é idônea para assessorar os órgãos governamentais e não governamentais em temáticas relacionadas à conservação dos mamíferos. Para esse fim, cria-se uma comissão para dita tarefa.

Objetivos

  • Recopilação atualizada de informação relacionada ao estado de conservação das espécies de mamíferos que habitam no país, seguindo a metodologia adotada pelos órgãos internacionais, no caso que fossem aplicáveis. Para este objetivo geral se pode agregar o propósito específico da criação de uma base de dados atualizada (preferivelmente disponível online) sobre o estado de conservação das espécies de mamíferos da Argentina, com ênfase em aquelas que estão em perigo ou vulneráveis.
  • Recopilação atualizada de informação relacionada à ameaças regionais (desmonte, mineração, caça, etc.) nas diferentes províncias da Argentina.
  • Elaboração de documentos que possam servir de base para assessorar aos órgãos governamentais e não governamentais, sobre decisões que envolvam o estado de conservação dos mamíferos argentinos.
  • Promover interações com sociedades mastozoologicas de países com espécies em comum, além de sociedades focadas em conservação, para administrar potencialmente ações coordenadas em temáticas que envolvam um foco regional, que vá além dos limites políticos da Argentina.

Organização sugerida

Esta comissão está formada por sócios da SAREM preferentemente vinculados a temas de conservação. Um deles deve assumir a função de coordenador ou responsável, encarregado de manter os arquivos, a informação e a comunicação entre os integrantes. Não terá limites para o numero de integrantes de esta comissão, os que deveriam preferentemente representar diferentes regiões do país.

Os integrantes da comissão deverão estar atualizados sobre os danos e riscos que sofre o meio ambiente da região aonde se desempenham, e ter um conhecimento amplo sobre o grau de ameaça que sofrem as espécies de mamíferos ao nível regional, o estado de cada uma das populações (em especial das espécies em perigo ou vulneráveis), e a situação das diferentes áreas protegidas e aquelas áreas naturais que ficam fora do sistema de proteção estadual ou privado.

***

Poderão ser consultores desta comissão especialistas não sócios, do país ou do estrangeiro, por sugestão do coordenador, através da Comissão Diretiva.

Quando os membros considerem necessário, poderão elevar-se documentos informativos e/ou solicitudes pontuais justificadas à Comissão Diretiva para seu tratamento oportuno.

Sobre a duração das funções e substituições

Os membros de esta comissão terão um tempo de gestão similar ao da Comissão Diretiva em função (dois anos), a partir da qual vai se renovar o Coordenador, podendo formar parte como integrante da nova Comissão de Conservação. Sua substituição atemporal será conseqüência da demissão por determinação própria, ou por solicitude da Comissão Diretiva, se existissem motivos claramente identificáveis que fossem em desmerecimento do espírito da SAREM.

Com a finalidade de manter a continuidade dos lineamentos adotados por esta comissão, a renovação dos membros será escalonada, de forma que a metade dos seus integrantes poderá permanecer por um segundo período, sendo estes designados pela Comissão Diretiva.

Em caso de renúncia, o ou os renunciantes deverão fazê-lo com antecedência suficiente, para permitir à Comissão Diretiva buscar seus substitutos, que assumam o cargo, e não interferir nos resultados projetados. Assim mesmo, deverão transferir aos novos encarregados a documentação e os conhecimentos pertinentes dos trabalhos em desenvolvimento.

Funções

Manter atualizada a informação sobre o grau de proteção e preservação que as áreas naturais oferecem, especialmente dos mamíferos autóctones e de seus ambientes.

Obter informação sobre o estado de conservação de cada uma das espécies argentinas, categorizar ou sugerir estudos de categorização, alteração ou modificação do mesmo. Esta categorização deve estar de acordo com, ou, seguir, os lineamentos dos órgãos internacionais e/ou nacionais que estejam desenvolvendo tarefas similares.

O método de obtenção, analise, e difusão da informação obtida será proposta pelo responsável ou coordenador, sobre a base da suas possibilidades e das possibilidades técnicas das que disponha.

Anualmente vai se apresentar um resumo das atividades realizadas pela comissão à Comissão Diretiva, o que será somado à memória anual apresentada pela Comissão Diretiva na Assembléia Anual da SAREM.

Ozotoceros bezoarticus

Veado campeiro (Ozotoceros bezoarticus)

Tarefas

Elaboração de um documento rascunho sobre a situação ambiental dos mamíferos na Argentina.

Membros

Lucia Soler (responsable), Hernán Pastore, María Sandoval, Paula González Ciccia, Erica Cuyckens, María Rosa Degury, Juan Pablo Julia, Paula Courtalon, Verónica Chillo, Soledad de Bustos, Paula A. Taraborelli, Silvina Bisceglia y Agustín M. Abba.

Documentação adicional

Workshop «¿Cómo categorizamos a los mamíferos argentinos?» (2015)

Acta do Workshop

Relatórios de Gestão

Relatório 2010-2011

Relatório 2011-2012

Relatório 2012-2013

Cartas e notas enviadas aos diferentes órgãos

Desmontes en Palma Sola, Jujuy (2010)

Desmonte en Palma Sola, Jujuy (2014)

Megaminería en Mendoza

Manejo de murciélagos en La Plata

Impacto del glifosato

El guanaco declarado plaga en Santa Cruz

Apoyo a la declaración de Reserva Natural al «Predio de Santa Catalina», Buenos Aires

Sobre el informe de impacto del Proyecto San Jorge, Mendoza

Construcción de canales en las Yungas

Impacto de la megaminería

Conservación del yaguareté

Apoyo a la creación del Parque Nacional «La Fidelidad», Chaco

Conflicto con carnívoros en Mendoza

Apoyo al Proyecto de Ley de Presupuestos Mínimos para la Protección Ambiental de la fauna Autóctona en Peligro de Extinción

Aunar esfuerzos con la Asociación Argentina de Ecología

Relatório e análise

Relatório do Grupo Argentino Aguará Guazú: El aguará guazú en Argentina

Relatório: El conflicto con carnívoros en Mendoza

Relatório: Situación poblacional de los mamíferos chaqueños y necesidad de nuevas áreas protegidas (V. Quiroga)

Mesa Redonda (XXV JAM): Gestión para la conservación


Galería de espécies